Blog

Confira as notícias, novidades e curiosidades sobre turismo

Publicado em 15/09/20 às 08:30:00

Águas sulfurosas dos Pilões

Natureza e a fé se juntam.

Águas sulfurosas dos Pilões
Pensão Velha da Fazenda 3 Pilões - Foto João Machado

Águas Sulfurosas dos Pilões  


A fé e propriedades medicinais unidos.

Na década de 1960 Mineiros ficou conhecida além de suas fronteiras pela descoberta de uma água milagrosa e posteriormente declarada medicinal _ através de análises e laudos que atestaram essas propriedades. A fonte, localizada na Fazenda 3 Pilões, ficou portanto conhecida como “as águas milagrosas dos Pilões”. Durante décadas essas águas foram utilizadas por mineirenses e pessoas de várias partes do Brasil, que ali acampavam e permaneciam durante dias fazendo uso daquele fluido sulfuroso, promessa de cura para algumas enfermidades, que aliada à fé e esperança geralmente era alcançada. 
 

Foto Pensão Velha - Foto Joelma Cardoso

Meus irmãos e eu bebemos daquelas águas durante anos e anos: toda época de férias escolares lá íamos nós, geralmente acompanhados por uma tia, que igualmente fazia uso daquele líquido de gosto estranho, como “tratamento” de saúde.  Quase sempre quem se disponibilizava era minha madrinha Naíde, irmã do papai, de saudosa memória. A água tinha um gosto horrível, cujo odor, quando ainda hoje a mencionamos, parece voltar diretamente às nossas narinas. Mas obrigatoriamente fazia parte das nossas férias por curar males como verminose, doenças da pele, gastrite, úlcera, reumatismo (através do barro preto) e outros tantos.
 

Banheiras para o uso da água medicinal - Foto Alex Martins

 No local, na época das temporadas, eram realizadas festas, missas, procissões, romarias. Era bastante animado!

 Inesquecível para todos, especialmente para mim, que trago no corpo a cicatriz adquirida involuntariamente ali, nos bebedouros dos Pilões, quando devia ter entre 5 e 6 anos: ao me aproximar das torneiras para beber  água, um escorregão violento me fez cair com o queixo direto na torneira, fazendo um corte enorme e me obrigando a abandonar um pouco antes o período de tratamento. Trouxeram-me para a cidade, após os primeiros socorros muito bem prestados, e aqui fui submetida a uma sutura que fechou o corte causado pelo infeliz acidente. 
 

Piscina de água corrente - Foto Alex Martins

Restaram a cicatriz e a lembrança do episódio indesejado, assim como ficaram também eternizadas na memória a temporada de acampamento pró-saúde.

O texto acima, escrito em 2018, obrigatória e alegremente está sendo acrescido após a visita que fiz hoje às obras de construção do Balneário Água de Pilões, iniciativa da proprietária e empresária Gabriela Vilela de Sousa, filha de Márcio Pedro e Maura Vilela, proprietários da Fazenda 3 Pilões, um lugar paradisíaco, cheio de magia, de história e sonhos, sonhos esses sendo resgatados na forma desse promissor e corajoso empreendimento.
 

Altar da capela Dom Eric - Foto Alex Martins

Quando soube da existência do Projeto fiquei encantada. Retornar àquele local, mais de 50 anos depois que fiz uso daquelas águas, emocionou-me bastante.  Ao conversar com a Gabriela meu entusiasmo crescia e a admiração por ela também, por se tratar de uma pessoa jovem, dinâmica, arrojada, que está transformando sonhos em realidade, principalmente os de seu avô materno que será homenageado e eternizado através do Museu Hermínio Vilela, antigo casarão onde na década de 1960 funcionava a pensão que acolhia os visitantes e usuários daquelas águas milagrosas. Como explicou Gabriela, a casa será restaurada para acolher a memória de seu querido e inesquecível avô. Certamente Gabriela herdou de seu ancestral o tino empreendedor, transformando-se numa mulher que tem visão de futuro, acredita no que faz e o faz com amor e gratidão, com entusiasmo e determinação sabendo aonde quer chegar.
 

Banheiras e Chafariz - Foto Alex Martins

Orgulhosamente essa grandiosa obra vem se juntar às inúmeras opções que temos para atrair e encantar os turistas, em especial aqueles que apreciam os incontáveis benefícios oferecidos pela natureza.

Por Pite Rezende

Fale Conosco (64) 9948-5233