Santa Rita do Araguaia

Região Turística Pegadas no Cerrado

Santa Rita do Araguaia

A história da Fundação do Município de Santa Rita do Araguia começa em 1850, quando o desbravador José Manoel Vilela, residente às margens do rio Claro, atual Município de Jataí, desde 1836, estendeu o domínio de suas terras até o Rio Araguaia. Em 1854, ele e Dona Leocádia Perpétua de Silvéria doaram 2000 alqueires de terras da Fazenda Araguaia ao Patrimônio da Paróquia de Santa Rita dos Impossíveis, no Cartório de Notas de Torres do Rio Bonito, atual Município de Caiapônia. O remanescente da fazenda Araguia foi vendido as famílias Vigilato Rodrigues Luciano e Manoel Fernandes Pereira, que doou partes de suas terras a Zeca Ferreira. A Igreja dividiu suas terras, iniciando a colonização sob o regime de aforamento, época em que foi outorgado a José Manoel Salgueiro, o Título de Fabriqueiro. Com a ocorrência de um incêndio no Cartório de Tabelionato, houve a destruição dos documentos, ocasionando possivelmente algumas renegociações e o Fabriqueiro com sua esposa Dona Mara Júlia Carvalho Salgueiro, a cinco de setembro de mil novecentos de dezenove, ratificaram a doação no Cartório do Primeiro Oficio João Coutinho, na Cidade de Goiás Velho, registrado no Livro de n° 3, fls. 951, do Cartório Imobiliário de Jataí - GO.(Wikipédia)

Fale Conosco (64) 9948-5233